Posts made in janeiro, 2012

Secular ou Sagrado? A Espiritualidade de uma Ciclovia

Posted by on 2 02UTC janeiro 02UTC 2012 | 4 comments

Secular ou Sagrado? A Espiritualidade de uma Ciclovia

Tenho um pé de carambola no quintal que dá o ano inteiro. Tenho orgulho deste quintal com sete tipos diferentes de frutas. Custou pra crescer neste solo desértico da Amazônia. Desértico sim, infelizmente, o solo daqui quando se tira a floresta nativa. Sobra nada quase, o sol escaldante, e as plantas teimosas da capoeira. Chegamos nesta terra a mata já havia sido tirada, nos sobrou o capoeiral. Depois de anos o  capoeiral virou pomar e olho para sua abundância com uma surpresa constante. Redenção é  possível para a terra também. Mas só existe um certo número de coisas que se pode fazer com carambola. Dá pra fazer suco, doce, geléia, com um certo esforço dá pra colocar em...

Read More

Dança Bob, dança

Posted by on 2 02UTC janeiro 02UTC 2012 | 0 comments

Quando chega a quinta-feira, dia da única reunião pública do campus, Bob é sempre o primeiro que vejo sentado na quadra de basquete. Ele é alto magro e desengonçado, usa o cabelo cortado curto e um bigode aparado. Bob mora na rua. Muitos já tentaram trazê-lo ao abrigo do governo mas ele não parece se importar com não ter teto. Bob dança na adoração como uma criança. Balança os longos braços de uma lado para o outro como asas, flutua como uma garça acima das intempéries, usa a lucidez, não sei se plena ou fugaz, para entender as mensagens e comentá-las depois com todos que se dignam a lhe dar ouvidos. Num lugar como este onde vivo, um caleidoscópio de faces de nações...

Read More

Satanizaram o Natal

Posted by on 2 02UTC janeiro 02UTC 2012 | 18 comments

De como os evangélicos vão ficando cada vez menos humanos e trabalham sem saber para a desevangelização do Brasil Satanizaram o Natal. Me parece até surreal quando vou a igrejas, e a sites evangélicos, e não se faz nem uma referência ao Natal sequer, nem se tem um culto de celebração dia 24, ou 25 parte da tradição cristã há tantos séculos. Às vezes não acredito, me belisco, penso, não, esta doença vai passar, mas que nada, se alastra mais e mais. Mesmo os cristãos que contra a corrente mandam seus cartõezinhos, se sentem no dever de nos exortar contra o comercialismo, contra os presentes, no meio de votos tímidos de felicidade e feliz ano novo. Quando encontro um irmão...

Read More